9.6.14

Vai ser BONITO assim lá no Mato Grosso do Sul! - o nosso roteiro.

Como escrevi no post anterior, para aproveitar Bonito seria interessante, visitar uma atração de cada, pelo menos. E, para garantir o passeio a uma atração específica, é bom sair com tudo já reservado. Lembrando que os preços em Bonito são tabelados e que você precisa fazer a reserva por uma agência, já que, como os horários são milimetricamente programados, não pode chegar na porta do lugar para comprar. Nós fizemos nosso dever de casa direitinho, pesquisamos bastante e elegemos o "melhor de Bonito" (na nossa opinião, é claro!). Tivemos alguns erros, confesso e muitos acertos. O lugar realmente é espetacular, e merece ser visitado, pelo menos pelos amantes da natureza.
O nosso roteiro, em fevereiro de 2014, ficou desse jeito:

1°dia: Belém - Campo Grande - Bonito
Ok, Belém não é tão Pertinho assim de Campo Grande e não existe voo direto entre as cidades (ainda mais megapromocional). Fizemos: Belém-São Paulo-Campo Grande e ao chegar em Campo Grande, pegamos o carro direto para Bonito (aproximadamente 3 horas).  Apreciamos a paisagem do cerrado, no caminho e o resto do dia foi só de molho na piscina do hotel para se recuperar do dia de viagem.

2° dia
Manhã: Gruta do Lago Azul
Tem duas grutas em Bonito: a do Lago Azul e a de São Miguel. Os passeios pelas grutas são relativamente rápidos, podendo combinar até mesmo as duas no mesmo dia, mas como os valores dos passeios de Bonito não são dos mais em conta as regras eram claras: um passeio de cada! Ficamos com a gruta do Lago Azul e foi surpreendente!

Tempo de duração: 1:30h
Valor: R$45,00/pessoa

Tarde: Bike até o Balneário Municipal
Do hotel em que ficamos hospedados até o Balneário Municipal era 7 km, então resolvemos deixar o carro de lado, e ir pedalando. Como cansa! Mas depois foi recompensador entrar na água transparente e geladinha do balneário.


Aluguel da Bike: R$20,00 (diária)
Entrada no Balneário: R$25,00/pessoa
Tempo: a tarde toda

3° dia
Manhã: Flutuação  + mergulho com cilindro no Rio da Prata
Sem dúvida, o melhor dia! Não deixe de fazer a flutuação no Rio Prata! É tão calmo, bonito e relaxante, que poderia fazer isso pelo menos uma vez por semana pelo resto da minha vida. Confesso que fiquei morrendo de inveja do trabalho da nossa guia.

E o mergulho? Lembro que estava morrendo de medo, mas o instrutor foi tão atencioso e o fundo do Rio Prata tão bonito, que esqueci na hora o medo de "me dar um negócio" lá no fundo e morrer para todo o sempre afogada.

Tempo da flutuação: 3:20h
Valor: R$: R$168,00/pessoa
Tempo do mergulho com cilindro: 40 minutos
Valor: R$260,00 pessoa

4° dia
Manhã: "Aventura" - Bote no Rio Formoso
Esse é o passeio mais furado de todos! Não vá nesse passeio! Não compre o almoço junto com o passeio! É só para morrer de raiva. É o dinheiro mais mal empregado da sua vida! O local não tem uma boa estrutura, o almoço é caro e muito ruim e o atendimento do local é péssimo. Ainda não deixaram levar a máquina para tirar fotos, só para vender depois as fotos que eles tiram (de péssima qualidade, numa máquina muito inferior a nossa). Não gaste seu dinheiro com esse passeio!

Tempo do Passeio: "uma manhã toda" - mas o tempo do Bote é de 1 hora, aproximadamente.
Valor com almoço incluso: R$119,00/pessoa

5°dia
Dia todo: Trilha + cachoeira na Boca da Onça
Esse lugar é perfeito! A fazenda tem uma excelente estrutura e te acolhe de uma forma que você quer morar lá hahaha
A trilha tem duração de 4 horas, com intervalos para tomar banho nas cachoeiras maravilhosas que encontra pelo meio do caminho. Tem um único inconveniente que é uma escada de 860 degraus (que você vai ou descer, ou subir. Nós descemos, então foi tranquilo). Depois do passeio, o almoço é maravilhoso e ainda tem um redário, com piscina de água natural para aproveitar depois do almoço. Recomendadíssimo. 
Tempo: o dia todo
Valor: R$150,00/pessoa (com almoço incluso - vale à pena)

6° dia
Dia todo: Fazenda São Franciso - Pantanal
Esse dia não estava programado. Os planos eram voltar cedo para Campo Grande e conhecer a cidade, mas no dia anterior falaram tanto e tão bem desse passeio, que achamos que seria imperdível. Ledo engano, foi um dia muito cansativo, comemos muito mal e viramos comida de mosquitos (depois eu conto melhor). Não recomendo também, em especial para quem mora aqui no Norte do País.

Manhã: "Safari" em busca de elementos da fauna do cerrado
Esperava-se encontrar as mais diversas espécies, mas ficamos só com os pássaros de longe, alguns jacarés pelo meio do caminho e muita, muita, muita picada de mosquito.
Tarde: Passeio de Chalana
Mais alguns Jacarés e continuamos servido de refeição para os mosquitos.

Tempo: o dia inteiro
Valor: R$160,00/pessoa

Noite: Volta à Campo Grande
A estrada da volta foi muito complicada. Era bem asfaltada, mas era de um pista só. A viagem foi super demorada e encontramos muitos animais mortos na pista (muito triste). Para compensar fomos recepcionados pela Lua mais Bonita que vi na vida (mas não consegui fotografar).

7° Dia
Campo Grande- Belém
Ah, não foi tão fácil assim! Chegamos atrasadíssimos no aeroporto e quase perdemos o voo (a sorte é que a gente viaja sem despachar). O voo fez escala de 10 horas em São Paulo. Isso mesmo: 10 horas! Aproveitamos para marcar um almoço em família em Guarulhos, conhecemos um parque da cidade e passamos o resto da tarde no shopping, até dar o horário da volta para casa.

*********************************************************************************
Em breve(não sei se tão breve assim), relato do dia-a-dia de todos os passeio que fizemos em Bonito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário