31.8.13

Cinco dias em Santiago com alguns programas diferentes

Na verdade, esse roteiro é com 5 dias completos, mas de uma viagem de 7 dias, pois chegamos as 23:30h no primeiro dia e partimos as 12:30h do sétimo dia. E ai fica a primeira dica: independente da hora, já tenha em mente que não se pode contar com os dias de chegada e partida (a não ser que seja uma viagem de fim de semana), pois imprevistos podem acontecer como atrasos de voos, ou você pode estar muito cansado, não teve tempo para arrumar as malas (típico da família Luz), precisa fazer algo de última hora, etc, etc, etc.

Santiago é uma cidade fascinante que sempre surpreende e o legal de ir uma segunda vez lá é que você fica livre dos passeios "obrigatórios". Dessa vez, tentamos fugir um pouco do tradicional e chegamos cheios de dicas de passeios alternativos. Então, prepare o tênis, acorde cedo, tome um café da manhã reforçado e faça um alongamento antes de sair do hotel que o roteiro é bem puxado:

1°dia

Chegada 23:30h - veja aqui como se deslocar do aeroporto para o centro e vice-versa, sem gastar muito.

2° dia

Começamos o dia fazendo um tour a pé pelos principais pontos turísticos de Santiago para sentir um pouquinho o clima da cidade. Tem forma melhor de conhecer um lugar que andando?
Em Santiago existe um serviço gratuito de guias que te mostra os principais lugares da cidade - o free tour - e de quebra eles ainda te contam um pouco da história, do cotidiano, falam da política, economia, o que você perguntar. Ao final do passeio, é de bom tom dar uma gorjeta para o guia.
O free tour parte da Plaza de Armas, em frente a catedral, todos os dias as 10 horas da manhã e tem duração de 4 horas. Dentre os lugares, você passa pela Plaza de Armas, catedral, o antigo congresso, Palacio La Moneda (onde é possível ver a troca da Guarda que ocorre em dias alternados), teatro municipal, Cerro Santa Lúcia, Parque Florestal, Bairro Lastarria, Bella Vista e encerra aos pés do Cerro San Cristobal, em frente a Casa do Pablo Neruda, às 14:00 horas. Como você está próximo ao Bela vista, pode almoçar por lá.

Plaza de Armas Santiago
La Catedral - ponto de encontro do Free Tour
Santiago
Libertador Bernardo O ́Higgins - a rua mais comprida de Santiago

A maior Bandeira do Chile
Parque Florestal
Após o almoço passamos a tarde no Cerro Santa Lúcia, andamos por uma feirinha de antiguidades no Bairro Lastarria e pegamos metrô e ônibus para o Shopping Parque Arauco, pois não tínhamos roupa de frio e precisávamos comprar urgentemente para não congelar. O parque Arauco tem uma boa área de bares e aproveitamos para jantar no Friday.

Santiago
Cerro Santa Lúcia - Lotado de Gente

3° dia

Dia de subir a montanha. Acordamos cedo e fomos para a Ski total, onde alugamos botas, luvas e calça impermeável para brincar na neve e após devidamente vestidos pegamos o transporte para Farellones. O passeio durou o dia todo.

Em direção à Farellones




Tirolesa Farelones
Atividades em Farellones para quem não esquia: Canopy, nós fomos!
 Ao final da tarde, a van nos levou de volta para a Ski total, devolvemos o que tínhamos alugado e pegamos um metrô em direção ao Bairro Bela Vista.
O nosso jantar foi um super sanduíche no Fuente Alemana, recomendado no blog werocktour e nos aprovamos (tanto que fomos duas noites seguidas lá). Experimentamos os sanduíches com a famosa Palta, um molho de abacate, que é muito comum em Santiago. Lá, todo sanduba que se preze tem que ter esse molho. E nós adoramos!

Igor devorando o sanduba com Palta

4° dia

Visita à Isla Negra (aproximadamente 1 hora e meia de Santiago). Fomos sozinhos de ônibus (depois conto como) e por isso o passeio durou o dia todo. O objetivo era conhecer a famosa casa do Pablo Neruda, mas não imaginávamos que o lugar seria tão encantador.

Casa Pablo Neruda Isla Negra
Vista da Casa do Pablo Neruda
Isla Negra
Brinquedinho do Neruda

Após a visita guiada pela casa, almoçamos lá mesmo e descemos para praia, onde passamos a tarde sentados nas pedras, tirando fotos, conversando e olhando o mar.



A noite, "jantar" na Fuente Alemana novamente.

5° dia

O dia mais esperado da viagem. Visita à Sewell, uma cidade encravada no coração das Cordilheiras dos Andes, há 2 horas de Santiago. Atualmente ela não é mais habitada e em 1998, foi considerada Patrimônio Mundial da Humanidade.




Almoço as 16:00 horas no Club Campo de Coya e retorno à Santiago.
Jantar no Hard Rock cafe Santiago.

6° dia

O plano inicial era ir para o Vale Nevado, mas por motivos que em outro post explico, acabamos desistindo. Depois cogitamos  ir à Viña e Valpo, mas o cansaço era tanto que acabamos ficando pela cidade. Tiramos o dia para fazer compras e andar aleatoriamente pelas ruas da capital.
À noite jantar de despedida de viagem no Como Água para Chocolate.





7° dia

Retorno para casa. Felizes e Renovados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário