5.7.12

Santiago: Sobre as primeiras impressões.

Até para quem tem medo de andar de avião como eu, chegar a Santiago pelo ar é fantástico! Sentamos do lado direito do avião e pudemos ver muito bem as Cordilheiras dos Andes, lindona. Fico imaginando o quanto deve ser imensamente mais lindo no inverno, com tudo branquinho (lembrando que fomos em janeiro, no verão). Uma pena que tínhamos acabado de comprar a máquina que usamos na viagem e ainda não sabíamos manuseá-la direito e perdemos ótimas fotos (como não queremos pegar fotos dos outros, vamos ficar devendo esta - fica para uma próxima oportunidade).

Saímos de Guarulhos, em um vôo direto para Santiago, as oito da manhã, pela LAN. Foi tranquilo, bem confortável e teve duração de cerca de três horas. Passamos a viagem ouvindo música no canal de rock do rádio do avião. Tinha acabado de tocar The doors quando o voo pousou. Pressagio de uma viagem maravilhosa? Certamente!
Passar pela imigração foi bem tranquilo. Nós não tínhamos tirado passaporte então usamos nossa carteira de identidade. Mas deixo uma dica: apesar da facilidade de poder usar só o RG nos países que fazem parte da América do Sul (menos nas Guianas), recomendo tirar o passaporte. Um passaporte dentro da validade dificilmente é questionado (vai que a pessoa encrenca com a sua identidade e cria problemas para você na hora de passar pela imigração?) e acrescento que, um passaporte com carimbos vale mais na hora de passar por uma imigração na Europa ou pedir visto para os estados Unidos. Fora que se viajar com o passaporte, pode deixá-lo no cofre do hotel, e sair na rua com o RG (imagina se você é assaltado? Já evita uma tremenda dor de cabeça!).
Sem mais enrolações, sobre as primeiras impressões que tivemos de Santiago: cidade limpa e agradável. O aeroporto Arturo Merino Benitez International Airport, fica aproximadamente a 20 km do centro. O caminho inicialmente é meio feio, mas conforme vai se aproximando do centro da cidade, a paisagem vai melhorando. A cidade é limpa (deixando claro que foi a impressão que tivemos pelos lugares que passamos) e o clima, em janeiro é agradável. Nos dias que passamos lá, não caiu uma gota de chuva e durante o dia, andamos de bermuda tranquilamente pela cidade. Pelos lugares turísticos que passamos fomos bem tratados, porém, o atendimento nos restaurantes deixou muito a desejar (e olha que estamos bem acostumados com isso... Alô povo de Belém!!!!), muita demora no atendimento e para devolver o troco, uma vida! 
Aeroporto de Santiago- Chile: Arturo Merino Benitez International Airport 
Pelo lado de fora do aeroporto
primeira impressão
                                              
                                                  E a paisagem vai melhorando...


Mercado Municipal (onde se come a famosa Centolla)
Chegamos em um domingo e percebemos a cidade bastante movimentada (nem parecia domingo). Ficamos hospedados no Bairro Bella vista, e neste local, observamos muitos anúncios de Shows e manifestações artísticas pela rua, seja com malabaristas nos sinais, ou com pinturas nos muros.
Show do Joe Coker em março. Também encontramos muitos outdoors anunciando o Show do Foo Fighters, no Lolapalooza.

Fiizemos passeios a pé pela cidade, visitamos o centro, o Cerro de San Cristobal, o mercado, a casa do Pablo Neruda, o Vale Nevado (sem neve!) e até uma exposição inteiramente "de grátis" do Picasso. Mas como tem tantos detalhes, vamos escrevendo aos poucos ao longo dos posts.

Texto: Roberta Luz; fotos: arquivo pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário