11.7.12

Santiago: Cerro San Cristobal

Após a visita a casa do Pablo Neruda, resolvemos conhecer o Cerro San Cristobal. Já era cinco da tarde, mas como no verão, escurece por volta das 20:00h em Santiago, o sol ainda estava alto. 

O Cerro tem aproximadamente 300 metros de altura e para chegar lá, existe várias formas: de carro, bicicleta, a pé (nunca na minha vida!), ou pelo funicular, o qual a entrada é  pelo lado da Bellavista, e esta foi a nossa opção.
Chile
Pela imagem não dá para ver o quanto a subida é íngreme.
Funicular no qual os turistas chegam ao Cerro.
Do alto do cerro, tem-se uma vista única para Santiago, na qual se vê grande parte da cidade, rodeada pela Cordilheiras dos Andes ao fundo. Bem no topo, fica o Santuário da Imaculada Conceição, com uma imagem de 36 metros da virgem, erguida em 1908. Este tem várias estátuas e grutas religiosas, onde as pessoas vão para rezar ou pagar promessas e para chegar lá, ainda tem que subir umas escadarias.
 Vista do Cerro San Cristobal pra Santigo:
 "La Virgem" e o céu azul, azul, azul de fim do fim da tarde de Santiago:
Local no qual as pessoas iam agradecer as graças alcançadas:        

Ficamos um bom tempo lá, sentados, apreciando a paisagem, conversando, planejando o que faríamos a noite, quando de repente... escutamos aquela música de "poesia ímpar" do Michel Teló (até aqui, Bial???). Este foi o momento que quebrou toda a paz (mesmo com muitos turistas subindo e descendo o tempo inteiro sentíamos paz) e o encanto do lugar, então resolvemos ir embora, mas sem não antes tomar uma bebida geladinha para matar a sede. O Igor foi de refrigerante e eu, envolta pelo espírito empolgado de desbravadora de um novo mundo, tomei uma bebida que parecia bem popular no local "mote con huesillos" (acho que equivale aos guaranás que vendem na rua aqui em Belém), uma mistura de pêssego em calda, com milho verde. Quando vão preparar a bebida a cena não é muito agradável (lembra a imagem de uma pessoa te servindo no bandejão da faculdade): uma enorme concha  é mergulhada em um balde cheio do líquido e se coloca em um copo grande, retirado de um armário, que já estava previamente com os grãos. O gosto é enjoativo (muito doce), mas valeu pela experiência.
"mote con huesillos"
O local tem muito mais que isso. Ele faz parte de um grande parque no qual pode-se visitar o jardim zoológico de Santiago, um jardim japonês e tem até piscina (só descobri esta aqui em Belém, lendo relato de outros viajantes) Também é um ponto de observação astronômica. É preciso passar um bom tempo lá para conhecer bem o lugar.
A vista da cidade durante a descida pelo funicular é bela. Não demora muito, porém tanto na descida, como na subida teve fila, mas nada que tomasse muito tempo.

Informações úteis:

Endereço:  

Calle Pio Nono, s/nº, bairro Bella Vista
Horário de funcionamento:
- Visitação ao cerro: 9:00 às 20:00 horas.
- Zoológico: 10:00 às 17:00 horas - de terça a domingo.
- Funicular:   13:00 às 19:00 horas - na segunda-feira.
                      10:00 às 19:00 horas - de terça a domingo, inclusive nos feriados
Valor atualizado do funicular (2013): 
2000 pesos chilenos - adultos.
1000 pesos chilenos - crianças.

Texto: Roberta Luz; fotos: arquivo pessoal

3 comentários:

  1. vou semana q vem ao cerro, sera q as 18 ainda tem sol la em cima?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o valor atualizado do funicular é 2000 pesos chilenos. Em Santiago, não deixe de fazer o "freetour", pois outra Santigo é apresentar a você. vale muito a pena.

      Excluir
  2. Olá! Em agosto é inverno, então o sol se põe mais cedo, por volta de 18 horas.

    ResponderExcluir